DEPEN

1 - Notícias

17/03/2020

Servidores do Depen se preparam para implantação do Sistema de Gestão da Execução Penal

Servidores do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) participaram do Curso de Formação no Sistema de Gestão da Execução Penal (SIGEP), o qual deve substituir as atuais plataformas de trabalho utilizadas pela instituição. O treinamento, feito durante 11 dias, entre 02 e 13/03, tem o objetivo de formar multiplicadores e apoio técnico para auxiliar o Depen no processo de transição da troca de sistemas.

Para o diretor do Departamento Penitenciário do Paraná, Francisco Caricati, a entrega do SIGEP como ferramenta de Gestão é mais uma meta cumprida junto ao Governo do Estado. "Celeridade, integração de base de dados e controle da informação vão garantir maior eficiência aos processos de trabalho do Depen, além da otimização e aplicação adequada de recursos públicos", afirmou.

O curso, realizado no laboratório de informática da Escola Superior da Polícia Civil (ESPC), foi promovido pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento Penitenciário (ESPEN), em conjunto com a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), com o apoio da  Assessoria de Tecnologia da Informação (ATI) do Depen.

Desenvolvido pela Celepar, o SIGEP tem o objetivo de modernizar os procedimentos de gestão e controle de pessoas privadas de liberdade das unidades do Departamento Penitenciário. “O Sistema possui mais de 300 funcionalidades e deve substituir as informações de três sistemas do Depen, que são: Sistema de Informações Penitenciárias (SPR), o Sistema Central de Vagas Integrado (CVI) e Sistema de Informações Penitenciárias Web (SPR-WEB)”, afirmou o assessor de Tecnologia da Informação do Depen, Robson de Farias.

O novo sistema, por ser uma ferramenta web, é muito mais leve e dinâmico. Além das novas funcionalidades, ainda mais interativas, reunirá numa única plataforma tudo que os gestores precisarem para a sua gestão e controle de atividades das unidades. “Ele também permitirá acessos logados de qualquer equipamento, bem como tem a possibilidade de interação e integração com o Tribunal de Justiça, por exemplo e outros sistemas”, destacou o assessor de gabinete do Depen, coronel Élio de Oliveira Manoel.

"Essa é uma das mais importantes etapas da implantação do novo sistema, pois quando o SPR for desligado e o SIGEP entrar em produção, todos os servidores do Depen já deverão ter tido um primeiro contato com a ferramenta e devem ter um ponto de apoio nesse processo, que serão os multiplicadores", afirmou a diretora da ESPEN, Marilza Hack.

De acordo com ela, para esse treinamento, ministrado por analistas da Celepar, foram indicados servidores de todas as regionais do Depen, já com conhecimentos de SPR. Por duas semanas, com uma carga horária de 80 horas, eles tiveram os primeiros contatos com a nova plataforma, auxiliaram na homologação do SIGEP e prepararam-se para replicar esse conhecimento em seus respectivos locais de trabalho.

“Com o fim do curso, os multiplicadores agora retornam às suas cidades e devem preparar pequenos treinamentos nas unidades penais. Para isso, eles terão o apoio dos coordenadores locais da ESPEN na preparação e organização das turmas”, explicou Marilza.

A implantação do SIGEP, prevista para ocorrer em maio, contemplará a migração de dados dos sistemas citados e possibilitará a extração de informações estratégicas pelos órgãos estatais. Porém, o acesso aos dados nele armazenados depende do perfil do usuário, uma vez que cada um tem acesso de maneira personalizada e restrita.

“Sabemos que ainda são necessários ajustes e o treinamento de replicadores veio a ajudar nesse propósito. O principal pilar do SIGEP é a integração, não somente técnica, mas entre as instiuições, como a Polícia Civil, Depen, Judiciário e a própria Celepar. Com o apoio demonstrado por todos que participaram do treinamento, sabemos que os objetivos serão atingidos de forma satisfatória”, afirmou o analista de negócios do SIGEP, Ezequiel Jonacir Mazza.

Estes sãos os primeiros passos para a implantação do novo sistema.
“O treinamento foi um sucesso graças aos esforços de todos os envolvidos. Destaco a equipe de instrutores da Celepar, que foram essenciais para este sucesso. Também participaram deste treinamento as regionais da Companhia, as quais terão papéis importantes dentro das próximas fases” destacou o analista de sistemas e responsável pelo treinamento e implantação do SIGEP, Djulles Ikeda.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.