DEPEN

1 - Notícias

19/05/2020

Plano de ação prevê medidas para a Covid-19 no sistema prisional

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, e o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, assinaram nesta terça-feira (19) um plano de ação integrada para enfrentamento da Covid-19 nas carceragens de delegacias de polícia e penitenciárias do Paraná. A plano se soma às medidas já adotadas desde março no sistema prisional de todo o Estado.

O plano prevê medidas de isolamento de presos, desde a triagem, quando ele chega, até o tratamento daquele que apresentar sintomas ou a doença propriamente dita. Também aborda os procedimentos de remoção de detentos e avaliação, além de orientações gerais em relação ao novo coronavírus.

““Vamos começar a operar um contingenciamento de ações dentro das carceragens do Estado, contando com o apoio da Fundação Araucária e da Superintendência de Ensino Superior e Tecnologia do Paraná. Isso demonstra que, para o combate do coronavírus aqui no Estado, todas as estruturas do Governo devem conversar e se ajudar””, disse Beto Preto.

Segundo ele, a determinação de integração de forças entre as secretarias cumpre determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior. “ “Tenho certeza que, a partir desta, teremos outras iniciativas. Reitero o espírito de cooperação dentro do Governo, que colocou todas as esferas para conversar e se unir no combate a esta pandemia””, disse o secretário da Saúde.

SEGURANÇA PÚBLICA –- O secretário da Segurança Pública agradeceu a parceria entre as pastas e ressaltou a importância da colaboração de todos neste momento. “Para nós é muito importante o que fizemos aqui hoje. Esse plano será nossa referência e nosso norte para que toda semana possamos ajustar o que deve ser feito. Desde o início da pandemia a Sesp têm se debruçado de maneira a buscar as melhores formas de combate, junto com a Saúde”” disse.

Romulo Marinho Soares citou ações recentes da Secretaria da Saúde em colaboração aos profissionais de segurança do Estado. “ “Nós recebemos recentemente as vacinas da gripe para nossas equipes de segurança pública e sistema prisional, além dos testes rápidos de Covid-19 para estes profissionais. Este plano, com certeza, será referência e para Sesp essa integração, união e esforço coletivo”” afirmou.

OUTRAS MEDIDAS - Desde março, a Secretaria da Segurança Pública têm adotado medidas de prevenção no sistema prisional em todo o Estado. Elas incluem ações como restrição de visitas, limpeza contínua de ambientes, higienização de viaturas e veículos de remoção. Os detentos também trabalham na produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), como máscaras e aventais. O volume já passou de 300 mil peças.

PRESENÇAS –- Estiveram presentes o delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Jacob Rockembach, a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes, e a coordenadora de Organização da Rede em Cuidados da Saúde, Carmen Moura.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.