DEPEN

1 - Notícias

19/11/2020

Escola de formação do sistema prisional inaugura sede própria

A Escola de Formação e Aperfeiçoamento Penitenciário (Espen) inaugurou sua primeira sede própria, em Curitiba. O prédio, de três pavimentos, possui 2 mil metros quadrados e está localizado na região central da cidade. Além de espaços para formação do servidor, o local abriga também o Museu Penitenciário.

"Uma iniciativa maravilhosa de inaugurar uma escola para capacitar e formar os agentes públicos do Departamento Penitenciário. Agora o Depen tem uma escola com um espaço adequado, em um prédio que estava abandonado, sem uso, que se transformou nesse espaço maravilhoso. Isso traz um alento, um estímulo ao servidor", afirmou o secretário estadual da Segurança Pública, coronel Romulo Marinho Soares.

Segundo o diretor do Departamento Penitenciário do Paraná, Francisco Caricati, a intenção do departamento sempre foi de aprimorar a questão do ensino, mas as condições estruturais e pedagógicas da escola eram limitadas, por isso, além de uma sede própria, a Espen passa também por uma reestruturação pedagógica, que engloba, entre outras mudanças, o uso de plataforma de ensino a distância e a transformação da instituição em Escola Superior.

"Nós tínhamos uma escola muito precária, acanhada, e demos início a um projeto ambicioso. Hoje, esse prédio consolida essa mudança. Nossa intenção é qualificar cada vez mais o nosso servidor para que ele possa trabalhar e prestar um excelente trabalho na área de ressocialização", concluiu Caricati.

"Essa conquista da sede própria possibilitou um melhor acesso para os servidores, pois estamos em uma área central da cidade, também ampliou a capacidade de atendimento, aqui temos um auditório para ofertar as qualificações de forma adequada, além de um espaço para o Museu Penitenciário. Nosso principal objetivo era ter um espaço de referência, ter uma ruptura com a condição de precariedade que o sistema prisional sempre é visto", explicou a diretora da Espen, Marilza Hack.

Para o próximo ano os servidores podem esperar pela Escola Superior, segundo a diretora. "É o que estamos pleiteando após a conquista desse espaço e a reformulação pedagógica que passamos. Uma formação no nível que o nosso servidor precisa e merece", afirmou Hack.

Durante o evento foi lançado também o livro Sistema Penitenciário e suas Dimensões Sistêmicas, que reúne artigos escritos por integrantes das forças de segurança pública e abordam temáticas que envolvem a execução penal. A obra, publicada na versão e-book, foi criada em homenagem ao Dia do Agente Penitenciário, comemorado no dia 13 de novembro.

PRESENÇAS - Estiveram presentes no evento de inauguração o presidente do Conselho Penitenciário do Paraná, Luiz Henrique Magalhães Pampuch, o assessor de segurança do Depen, Josielson Fabrício, a ouvidora do Depen, Andrea Krawutschke Iera, servidores e instrutores da Espen.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.