DEPEN

1 - Notícias

16/08/2021

Depen reúne coordenadores dos Complexos Sociais do Estado

O Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) realizou o primeiro Encontro dos Coordenadores dos Complexos Sociais do Estado – responsáveis pelo atendimento de egressos, monitorados e pessoas em alternativas penais.

Com três dias de duração, o evento que ocorreu na sede do Depen, em Curitiba, teve como objetivo debater as políticas de atendimento e incentivar a troca de experiências entre os gestores.

Para o diretor-geral do Depen-PR, Francisco Caricati, o trabalho feito pelos complexos sociais é fundamental para que a ressocialização do preso aconteça de forma efetiva. “O complexo social é a porta de saída do sistema prisional e é onde deve ocorrer a consolidação de todo um trabalho. Não adianta ofertar somente oportunidades no cárcere, mas dar apoio principalmente no momento do retorno à sociedade”, afirma Caricati.

O coordenador estadual dos Complexos Sociais, Everton Rodrigo dos Santos, destacou a oportunidade de interação entre coordenadores, direção e equipe gestora do Depen, além dos espaços para debates e troca de experienciais durante o encontro.

“Ao longo dos três dias conseguimos debater metas e objetivos nas políticas de egressos, monitorados e pessoas em alternativas penais, visando à diminuição dos índices de reincidência e do encarceramento em nosso Estado”, afirmou o coordenador estadual.

ENCONTRO – O evento teve início na quarta-feira (11), com a abertura realizada pela direção do Departamento. Na sequência, os coordenadores puderam conhecer as chefias dos setores administrativos do Depen. Além de uma reunião com o Setor de Monitoração Eletrônica sobre a padronização dos procedimentos adotados durante os atendimentos aos monitorados.

No segundo dia, os participantes visitaram a estrutura do Complexo Social de Curitiba e o Projeto Banco de Alimentos, desenvolvido em parceria com a Ceasa. No período da tarde, uma reunião virtual foi feita com supervisor do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Paraná (GMF), desembargador Ruy Muggiati. Além da apresentação de projetos e a troca de experiências entre os Complexos Sociais.

Na sexta-feira (13), último dia, os coordenadores se reuniram com a Assessoria de Tecnologia da Informação do Depen para tratar dos lançamentos de dados e atendimentos dos assistidos no Sigep (Sistema de Gestão da Execução Penal) . Ainda no período da manhã, houve uma reunião com o Conselho Nacional de Justiça para tratar das políticas de atendimento. Por fim, ao final do encontro, o Depen ainda disponibilizou 12 aparelhos celulares institucionais, um para cada Complexo, com o objetivo de oferecer mais um canal de atendimento aos assistidos, principalmente neste momento de pandemia.

UNIDADES - Ao todo, o Paraná conta com 12 Complexos Sociais, localizados em Curitiba, Ponta Grossa, Londrina, Cascavel, Campo Mourão, Paranavaí, Francisco Beltrão, Cruzeiro do Oeste, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Maringá e Toledo.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.