DEPEN

1 - Notícias

04/10/2021

Casa de Custódia de Curitiba lança série de projetos educacionais para presos

A Casa de Custódia de Curitiba lançou neste sábado (2), uma série de projetos na área educacional. São iniciativas voltadas à qualificação profissional do preso e o incentivo à leitura no cárcere. Nesta data, também foi inaugurado um espaço para o atendimento de saúde dos servidores. As ações resultam de uma parceria entre a Secretaria da Segurança Pública, o Departamento Penitenciário do Paraná e a Universal nos Presídios (UNP). 

Houve ainda uma cerimônia de formatura para a entrega do certificado de conclusão de curso profissionalizante realizado pela plataforma de ensino a distância FANDUCA, da Faculdade FAN. Na ocasião, 11 presos receberam o certificado de forma simbólica, de um total de 82 alunos participantes. 

“Nosso objetivo é humanizar o ambiente do sistema prisional e abrir uma nova porta, dar oportunidade a essas pessoas por meio do ensino e do trabalho. E, para isso, temos contado com a ajuda de parceiros como a Universal nos Presídios, que tem atuado firmemente em penitenciárias de todo o Estado”, afirmou o secretário da segurança pública, Romulo Marinho Soares. 

O secretário lembrou também as demais formaturas realizadas pelo Estado. “Este ano já entregamos certificados para mais de mil presos em todas as regiões do Paraná. Essa é uma oportunidade para que essas pessoas possam aprender com seus erros e retornar a sociedade completamente recuperadas”, disse. 

“Quero parabenizar os alunos pela formatura e dedicação nos estudos e também agradecer aos servidores da unidade e a equipe de segurança. Sem o empenho e dedicação de todos, esse resultado não seria possível”, enfatizou a diretora da CCC, Ananda Chalegre. 

EDUCAÇÃO NAS CELAS – Uma das iniciativas lançadas foi o projeto-piloto que levará educação direto às celas, com transmissão em tempo real das aulas, por videoconferência, que serão exibidas nas televisões. Para isso, foi instalada rede lógica até o interior das celas e equipamentos próprios para a interação entre professor e aluno. Nesse momento, o projeto é destinado apenas para cursos profissionalizantes. 

“Com a iniciativa, é possível ofertar mais vagas e qualificar mais pessoas, sem que haja a necessidade da retirada e movimentação do preso até a sala de aula. É uma oportunidade de ampliar o acesso à qualificação profissional e também diminuir os riscos de segurança, já que não há necessidade de contato com os agentes penitenciários”, explicou a diretora. 

LEITURA - Foi lançado ainda, a inclusão da Bíblia como um dos livros participantes da remição da pena pela leitura. Assim como nos demais livros selecionados, agora os presos poderão diminuir sua pena após a leitura da Bíblia e a realização de uma resenha, que passará por avaliação. O Paraná foi o primeiro estado do país a regulamentar a remição pela leitura no âmbito dos estabelecimentos prisionais, instituído pela Lei Estadual n.º 17.329/12, como meio de viabilizar a remição da pena por estudo, prevista na Lei Federal n.º 12.433/11. 

SAÚDE DO SERVIDOR – Na oportunidade, também foi inaugurado um ambulatório destinado ao atendimento de saúde dos servidores que atuam na unidade penal. No espaço, os servidores serão atendidos por médicos voluntários ligados à Universal nos Presídios, que se revezarão no atendimento primário de saúde. 

O local foi equipado com maca e instrumentos próprios para o atendimento clínico. Os médicos devem atuar, principalmente, na promoção da saúde, realizando orientações, avaliações e exames básicos. O secretário da segurança fez a entrega de um certificado de agradecimento aos voluntários do projeto.  

“Temos buscado atuar em diversas frentes dentro do sistema prisional. Nosso objetivo é levar a palavra de Deus para todos e, também, oferecer projetos e ações que possam melhorar o cotidiano de presos e servidores”, explicou o coordenador da Universal nos Presídios no Paraná, bispo José Manoel Gonzalez.  

Estiveram presentes no evento o vice-diretor da CCC, Tayrone da Silva, o chefe de segurança da CCC, Adilson Leoni, os servidores da Assessoria de Planejamento do Depen, Celso Augusto Borges Gonçalves e Wlademir Alves da Veiga, o assessor penitenciário da Sesp, Diego Pietrowoski Machado, e voluntários da Universal nos Presídios.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.